Mais um pastor é agredido na Índia

O Pastor Seviya, que apoiava igrejas de dez vilarejos no estado de Telangana, no ...

08/11/2017 - Por: David

O Pastor Seviya, que apoiava igrejas de dez vilarejos no estado de Telangana, no sul da Índia, foi agredido por extremistas hindus no começo desse mês. Ele foi atacado com pedaços de madeira por cinco homens até ficar inconsciente, relatou uma fonte local à Portas Abertas. O líder cristão ficou no hospital em estado crítico por muitos dias, devido a lesões na cabeça. “Ele tinha coágulos de sangue no cérebro e seus ouvidos sangravam”, acrescentou a fonte.

Esse mês, outro pastor, chamado Khel Prasad Kurre, também foi atacado por fundamentalistas hindus no estado de Chhattisgarh. Esse é um dos oito estados indianos onde a assim chamada “lei anti-conversão” foi aprovada. Teoricamente, a lei pretende acabar com a conversão forçada de um sistema de crenças para outro; mas na realidade ela proíbe qualquer conversão. Cinco dos estados onde a lei foi aprovada estão sob a liderança do BJP, que é o partido nacionalista hindu, presidido pelo primeiro-ministro Narendra Modi.

Em Jharkhand, o último estado a aprovar a lei, líderes da igreja chamaram o primeiro-ministro a ajudar a controlar o “ódio ideológico” do ministro-chefe do BJP. Um dia antes de a lei ser aprovada, ele havia publicado anúncios nos jornais usando figuras de Mahatma Gandhi e uma citação ridicularizando missionários que executavam “conversões fraudulentas”. Em dois dos estados, as leis ainda não entraram em vigor. E, no estado de Himachal Pradesh, partes da lei foram repelidas após apelo judicial por parte da Associação Evangélica da Índia.

O Domingo da Igreja Perseguida (DIP) é um movimento nacional de oração em favor dos cristãos perseguidos. Em 2018, o DIP acontecerá no dia 27 de maio e o nosso clamor será em favor dos cristãos perseguidos da Índia. Cadastre sua igreja!