Resultado de enquete mostra brasileiros favoráveis ao Estatuto da Família e cala CQC; Assista

11/10/2015 - Por: @David

O programa Custe o Que Custar (CQC), exibido pela Band, realizou na última segunda-feira, 05 de outubro, uma enquete com seus telespectadores sobre o Estatuto da Família, e o resultado deixou o trio de apresentadores do programa contrariados.

Ao exibir uma matéria com teor de oposição ao Estatuto da Família, o CQC abriu uma enquete perguntando “que tipos de casais devem ser contemplados no Estatuto da Família”, com a possibilidade de responder nas opções “todos os tipos” e “somente os heterossexuais”.

Ao final do programa, o resultado da enquete mostrou que a ampla maioria dos telespectadores do programa, mesmo após a exibição da matéria com críticas ao projeto, é favorável à ideia de que a família é composta por homem e mulher, como conceitua a Constituição Brasileira.

82% dos telespectadores responderam que “somente os heterossexuais” devem ser contemplados no Estatuto da Família, contra 18%, que entendem que “todos os tipos” de casais merecem ser considerados como núcleo familiar.

Em entrevista ao Gospel+, a psicóloga Marisa Lobo comentou o episódio: “A enquete do CQC só mostrou a realidade, o que pensa a população. Esta amostra reflete o pensamento que temos em relação ao tema em todo Brasil. Não adiantou a matéria sensacionalista. A imposição tem sido tão grande pelas novelas e meios de comunicação que está tendo efeito contrário do desejado pela militância televisiva LGBT… Só eles acreditam no que dizem. O povo aceita sim as pessoas como são, mas quando há o exagero nas imposições, ele mostra que não é manipulável. A mídia, bem como o Parlamento, deve prestar atenção nessa máxima. É por isso que as novelas da Globo perderam audiência. Querem forçar uma aceitação. Respeito se conquista, ou não é respeito, é enganação”, disse.

Confira: